Senado Federal do Brasil

06/12/2018 | News release | Distributed by Public on 06/12/2018 16:35

Paulo Rocha cobra combate ao trabalho infantil

Da Redação e Da Rádio Senado | 12/06/2018, 18h55 - ATUALIZADO EM 12/06/2018, 19h14

A criança que trabalha deixa de usufruir seus direitos à educação, à saúde e ao lazer, afirmou o senador Paulo Rocha (PT-PA) ao lembrar, em pronunciamento nesta terça-feira (12), a importância do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, comemorado no dia de hoje. Ele disse que o ingresso precoce no mercado de trabalho é uma 'vergonha' que associou à falta de perspectivas econômicas e à educação de baixa qualidade.

- O que mais se vê são milhões de adultos sem emprego e crianças trabalhando, seja no sinal, vendendo balas; seja nos estacionamentos, trabalhando como flanelinhas; em lares, nos serviços domésticos; e também no campo brasileiro - informou.

Na opinião de Rocha, os governos do PT foram os que mais combateram o trabalho infantil, mas atualmente os cortes no Orçamento comprometem as políticas públicas sociais. Paulo Rocha também pediu apoio ao projeto que torna crime a exploração do trabalho infantil (PLS 237/2016) e cobrou a implantação de programas que afastem crianças e adolescentes do trabalho ilegal.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)