Luz Saúde SA

07/12/2018 | News release | Distributed by Public on 07/12/2018 08:54

Luz Saúde e Amiko vão testar ‘inalador inteligente’

Luz Saúde e Amiko vão testar 'inalador inteligente'

12-07-18

O Grupo Luz Saúde e a startup Amiko estabeleceram, no passado dia 3 de julho, um acordo de parceria para a realização de estudos clínicos com o dispositivo inovador que esta desenvolveu para controlar a medicação tomada pelos doentes com asma e DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica). Os estudos clínicos irão incluir doentes do Hospital Beatriz Ângelo e do Hospital da Luz Lisboa.

Uma das dificuldades dos médicos da especialidade de Pneumologia é determinar se a ausência de melhoria clínica dos seus doentes se deve ao facto de o medicamento não ser o mais adequado, ou de a dose prescrita ser insuficiente ou mesmo de a utilização dos inaladores ser feita de forma incorreta. A Amiko desenvolveu um dispositivo que permite fazer esse controlo: consiste num inalador com sensores que, ao ser usado, recolhe todos os dados, como, por exemplo, as horas da medicação, se o doente fez corretamente a inalação e se toda a dose prescrita foi dispensada. Estes dados são enviados para uma plataforma - a Respiro -, onde o doente e o médico podem acompanhar e verificar a eficácia do tratamento. Ao aumentar a eficácia dos cuidados de saúde prestados, esta solução permite também reduzir os custos dos tratamentos.

Este projeto da Amiko, empresa de origem italiana, foi um dos vencedores da edição de 2017 do Protechting - o programa de captação de projetos inovadores nas áreas da saúde, seguros e serviços promovido pela Fosun e Fidelidade, que tem o apoio da Luz Saúde. Foi no Protechting que se iniciou a colaboração entre a Amiko e o Hospital da Luz Learning Health, empresa do Gupo Luz Saúde dedicada à formação avançada de profissionais, investigação translacional e inovação em saúde.

Para Francisca Leite, diretora do Hospital da Luz Learning Health, «a Amiko desenvolveu um produto excelente que vai mudar por completo a forma de tratamento da asma e da DPOC, tanto na perspetiva dos doentes como na dos profissionais de saúde que lidam com eles». «Comprometemo-nos a consolidar este projeto do Respiro, nesta pareceria com um dos grupos europeus líderes em cuidados de saúde e que aposta em inovação com recurso a novas tecnologias», afirma, por seu turno, Duilio Macchi, CEO da Amiko.