Ministry of Education of the Federative Republic of Brazil

09/12/2018 | Press release | Distributed by Public on 09/12/2018 16:33

Ministério da Cultura da França enviará quatro especialistas em museus ao Rio de Janeiro

Acervos históricos

Paris, 12/9/2018 -O governo francês enviará quatro especialistas na área de museus ao Rio de Janeiro, para apoiar o governo brasileiro na estruturação de ações de salvaguarda do Museu Nacional e seus acervos. O anúncio foi feito pela ministra da Cultura da França, Françoise Nyssen, durante encontro com o ministro da Educação do Brasil, Rossieli Soares, nesta quarta-feira, 12, em Paris.

'Reafirmo a solidariedade do governo da França com o Brasil, pelo incidente do incêndio do Museu Nacional, no Rio de Janeiro', disse Nyssen.

O ministro Rossieli relatou sobre o encontro com o diretor do Museu do Louvre, Jean-Luc Martinez, na última segunda-feira, 10. 'Na ocasião, expus ao diretor Martinez que, no processo de reconstrução e recuperação do Museu Nacional, ter um projeto em que possamos ter uma ala com acervo do Louvre, seria de uma magnitude sem precedentes', destacou.

A ministra Nyssen colocou o Ministério da Cultura da França à disposição do governo brasileiro, sinalizando a ida imediata de quatro especialistas ao Rio de Janeiro. 'Vamos colocar nossa rede de especialistas que podem e devem ajudar o Brasil nesse processo, a médio e longo prazo', destacou a ministra da cultura da França.

Para o ministro Rossieli Soares, contar com o apoio do governo da França, que é um dos países com maior expertise em museus na atualidade, é uma das melhores formas para se reconstruir o Museu Nacional. 'O governo francês poderá nos ajudar de muitas formas, seja em medidas emergenciais, como na identificação das peças e avaliação do estado; seja em orientações para instalação de infraestruturas adequadas para dar suporte às ações emergenciais e de recuperação do Museu Nacional e suas atividades', destacou.

Icom - Ainda nesta quarta-feira, o ministro da Educação, Rossieli Soares, realizou reunião com o diretor-geral do Conselho Internacional de Museus (IcoM), Peter Keller, na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em Paris.

O Icom é associado à Unesco e é formado por membros de organizações não-governamentais, que estabelece padrões profissionais e éticos para atividades de museus em todo o mundo.

Com a chegada de especialistas em patrimônio da Unesco de Paris ao Rio de Janeiro, nesta semana, MEC e Icom acordaram que haverá reuniões por videoconferência entre as equipes, para alinhamento de ações.

Assessoria de Comunicação Social

Tema: Ações internacionais