Pet Center Comercio e Participações SA

09/25/2021 | Press release | Distributed by Public on 09/25/2021 12:23

Entenda como funcionam os feromônios para gatos

" style="display: inline-block; line-height: 1; vertical-align: bottom; padding: 0px; margin: 0px; text-indent: 0px; text-align: center;">Compartilhar

Feromônios para gatospodem ser grandes aliados na vida de tutores de bichanos. Esses compostos poderosos mandam sinais para os bigodudos e auxiliam em tarefas como: impedir o xixi no lugar errado, agressividade ou outros problemas comportamentais.

Porém, apesar de ferramentas poderosas, é necessário conhecer seu funcionamento para uma ação mais eficiente. Se você está interessado em saber mais sobre feromônios felinos, continue lendo este guia que preparamos sobre o assunto.

O que são feromônios?

Feromônios de gatonada mais são do que compostos químicos responsáveis por transmitir mensagens entre os bichanos. Essas substâncias são enviadas por meio de secreções, como urina e saliva.

Como os feromônios podem transmitir diversas mensagens, podemos utilizar substâncias semelhantes para influenciar o comportamento dos pets. Para isso, basta adquirir um feromônio apaziguador de gatos artificial, encontrado em lojas especializadas, como a Petz!

Tipos de feromônios

Os feromônios são utilizados pelos bichanos para diversos fins. Na natureza, eles podem ser divididos em três categorias, de acordo com o local do qual são secretados.

Feromônios da cabeça

Se você já pegou seu pet esfregando a cabeça em você, saiba que isso é mais do que um sinal de carinho. Essa região dos bichanos pode emitir até cinco tipos diferentes de feromônios com diversas funções, como marcação de território e fins reprodutivos.

Feromônios de unhas

Caso se pergunte por que os gatosgostam tanto de arranhar as coisas, agora sabe a resposta. O ato de arranhar libera feromônios e, por isso, é uma prática essencial na vida dos bichanos. Além disso, essa é uma forma de marcar território.

Feromônios na urina

Os bichanos também podem marcar seu território por meio da urina, afastando outros pets do local demarcado. O xixi, entretanto, é diferente de uma ida tradicional ao banheiro. Geralmente, sai em forma de esguichos e na horizontal, além de possuir um odor mais forte do que a urina diária.

Os tipos de feromônios descritos acima são eliminados de forma natural pelos bichanos como uma forma de comunicação. Entretanto, é possível se utilizar desse princípio para dar recados para nossos pets. São os famosos feromônios para gatos vendidos em pet shops. Continue lendo e aprenda a utilizá-los.

Como funcionam os feromônios para gatos

A melhor forma de se comunicar com seu pet é utilizando a mesma linguagem que ele. Nesse sentido, os feromônios para gatos são excelentes ferramentas. Conforme explica o Dr. Bruno Saito, tais produtos são desenvolvidos por especialistas e visam facilitar a comunicação com os bichanos.

"Eles mimetizam os feromônios naturais que os gatos soltam quando estão à vontade", explica. "Assim, estimulam a sensação de segurança". Como a maior parte dos problemas comportamentais dos bichanos está associada ao estresse e à ansiedade, os feromônios são utilizados em boa parte dos casos.

No entanto, vale ressaltar que consultar um médico-veterinário é sempre recomendado. O especialista avaliará o desenvolvimento do seu amigo de quatro patas e dirá se o uso de um difusor de feromôniosartificiais é ou não indicado. Algumas situações que costumam ser resolvidas com o produto são:

  • comportamento agressivo: a agressividade, muitas vezes, está associada à insegurança. Com os feromônios para gatos, o pet se sentirá mais seguro e, consequentemente, ficará mais calmo;
  • xixi fora do lugar: o xixi também é uma forma de marcação de território. Utilizando o feromônio, o pet pensará que já marcou aquele espaço e evitará fazer xixi novamente;
  • situações estressantes: mudanças, novos membros na família ou a chegada de um novo pet podem incomodar um bichano. Os feromônios podem auxiliar o pet nesse momento, deixando-o mais calmo e seguro.

Qual opção utilizar?

No mercado pet encontramos vários produtos que podem agir como um disciplinador de gatos, auxiliando os problemas comportamentais dos bichanos. Entretanto, os feromônios artificiais são um pouco mais específicos e difíceis de achar.

Hoje, o mais recomendado por especialistas é o Feliway Gatos. Um estudo publicado por uma revista americana mostrou que 96% dos pets que passaram por tratamento com Feliway Gatos mostraram uma melhora em seu comportamento.

Em grande parte dos casos, os peludos pararam completamente com o desvio comportamental, seja ele a violência ou a urina fora da caixa. Além da versão clássica, é possível encontrar o Feliway Friends, destinado a pets que vivem juntos e apresentam dificuldade de se relacionar.

Outras opções para lidar com problemas comportamentais

De fato, feromônios para gatos podem ajudar bastante na hora de disciplinar seu bichano. Porém, existem outras soluções que também podem ser úteis para lidar com o pet. Confira algumas delas:

  • catnip: a famosa erva do gato, ou catnip, é uma planta que tem um efeito poderoso nos felinos. De acordo com especialistas, seu odor pode agir de formas variadas no bichano, causando relaxamento, tranquilidade e até mesmo euforia;
  • homeopatia: a homeopatia é um ramo da medicina controverso. Enquanto alguns especialistas duvidam de sua eficácia, outros vêem benefícios em sua utilização. Porém, todos concordam que a homeopatia não possui contraindicações. Assim, utilizá-la pode ser uma boa ideia.
  • Óleos essenciais: Alguns óleos essenciais podem ter o mesmo efeito que os feromônios para acalmar gatos. Entretanto, é importante utilizar somente produtos certificados, produzidos especialmente para pets.

Lembre-se de que os feromônios para gatos, assim como qualquer outro tratamento, devem ser utilizados somente após a prescrição veterinária. Para outros conteúdos sobre bichinhos de estimação, continue explorando o blog da Petz!

Compartilhe:

" style="display: inline-block; line-height: 1; vertical-align: bottom; padding: 0px; margin: 0px; text-indent: 0px; text-align: center;">Compartilhar