Ministry of Mineral and Petroleum of the Republic of Angola

06/14/2021 | Press release | Archived content

ANGOLA REDUZ PREVISÃO DE PRODUÇÃO DE PETRÓLEO EM 27 MIL BARRIS

Petróleo e Gás
14 Junho de 2021 | 09h06 - Actualizado em 14 Junho de 2021

ANGOLA REDUZ PREVISÃO DE PRODUÇÃO DE PETRÓLEO EM 27 MIL BARRIS

A produção petrolífera de Angola deverá ficar este ano de 2021, nos 1,193 milhões de barris de petróleo diários, uma meta inferior em 27 mil barris face às previsões iniciais, mas que o Ministro angolano, quer fazer cumprir.

A produção petrolífera de Angola deverá ficar este ano de 2021, nos 1,193 milhões de barris de petróleo diários, uma meta inferior em 27 mil barris face às previsões iniciais, mas que o Ministro angolano, quer fazer cumprir.
'Para 2021, a previsão inicial era de 1.220.400 barris de petróleo/dia, entretanto houve um ajuste intercalar e temos como previsão 1.193.420 barris e o que estamos a fazer é no sentido de cumprir esta nova previsão', adiantou o Ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo.

O responsável lembrou que a produção angolana é maioritariamente proveniente de campos maduros, que já atingiram um pico de produção e estão em fase de declínio, o que só poderá ser revertido ou mitigado com investimentos na pesquisa, tendo sido aprovada uma estratégia nacional para aumentar o conhecimento sobre o potencial de petróleo em Angola.Diamantino Azevedo destacou também o 'potencial de estabelecimento de sinergias' entre as duas empresas na área da transição energética, dando como exemplo a energia eólica.

'Temos o nosso próprio pensamento sobre a transição energética, mas não estamos dissociados disso, tanto a nível do país, como do sector dos petróleos', afirmou, realçando que a Sonangol está a desenvolver duas centrais de energia solar fotovoltaica e a desenvolver projectos de hidrogénio verde no seu centro de pesquisa.

Fonte: Lusa



Voltar