Ministry of Social Development and Fight Against Hunger of the Federative Republic of Brazil

11/11/2019 | Press release | Distributed by Public on 11/11/2019 17:26

Em Frente, Brasil é reconhecido como exemplo de combate à violência por comitê internacional

Representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) estiveram em Brasília para encontros com representantes do governo federal

O Programa Em Frente, Brasil, desenvolvido pelo governo federal para combater a criminalidade violenta, foi elogiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), nesta segunda-feira (11), em Brasília. Em reunião com representantes dos dez ministérios envolvidos no programa, entre eles o da Cidadania, o general Oscar Naranjo, ex-vice-presidente colombiano e representante da Iniciativa de Segurança Cidadã do BID, se disse impressionado com a estrutura do Programa. Segundo ele, o trabalho interministerial realizado pelo Brasil pode servir de exemplo para o resto da América Latina.

'Hoje, o Brasil é um espelho para a América Latina. Essa política, que integra diversas áreas para combater a criminalidade, é um belo exemplo. Ela mostra que o governo entendeu que a violência é uma questão social, e não apenas de política', afirmou Naranjo.

Para o secretário especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Lelo Coimbra, o encontro foi importante para estreitar laços e promover o intercâmbio de experiências. 'Essa troca de experiência nos mostra, em um primeiro momento, que estamos no caminho certo no combate à criminalidade violenta. Em um segundo momento, teremos o contato com experiências exitosas de outros países, o que serve de exemplo para o nosso futuro', destacou.

O Programa Em Frente, Brasil leva ações integradas de combate e de prevenção à violência a cinco cidades, uma em cada região do Brasil: Ananindeua, no Pará; Paulista, em Pernambuco; Cariacica, no Espírito Santo; São José dos Pinhais, no Paraná; e Goiânia, em Goiás. Os municípios foram escolhidos por registrarem altos índices de violência.

Cada uma dessas cinco cidades vai receber do Ministério da Cidadania um micro-ônibus pelo MOB-Suas - ação da pasta que entrega veículos para a rede de Assistência Social. Os veículos são adaptados para transportar pessoas com deficiência e têm capacidade para 28 passageiros.

Por Henrique Jasper

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2024-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa